Renata Leal

Depois de um ano de 2017 com as finanças apertadas, os brasileiros estão mais esperançosos para 2018: 54% acreditam que a economia vai melhorar e 58% esperam que sua vida financeira também seja melhor. Por isso, entre as principais resoluções de Ano Novo estão juntar dinheiro (45%) e sair do vermelho (27%).

Todos esses dados fazem parte da pesquisa Retrospectiva Consumidores 2017 x Expectativas 2018, realizada pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL). Em 2017, 85% das pessoas precisaram fazer ajustes no orçamento e reduzir o consumo, especialmente com alimentação fora de casa, compras de vestuário, calçados e acessórios e itens supérfluos no supermercado. A crise econômica comprometeu também o lazer dos brasileiros, que cortaram itens como cinema, teatro, viagens e baladas.

Atualmente, quase 60 milhões de pessoas estão endividadas no país. Em média, as dívidas em atraso somam R$ 3.902, mas 57% dos entrevistados que têm dívidas não sabem exatamente quanto estão devendo. Saber o valor exato dos débitos e as taxas de juros cobradas em cada um é o primeiro passo para sair da inadimplência.

Além de organizar as contas, a expectativa dos entrevistados pela pesquisa é fazer uma reserva financeira (44%), financiar um imóvel (14%) e/ou um carro (12%). Para aumentar a renda, 22% dos brasileiros pretendem fazer bicos e trabalhos informais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *